Caro visitante,

Caso esteja com problemas de login no fórum sugerimos que peça nova password. Ser-lhe-á enviado um mail com uma nova password e um link de activação da mesma. Esta activação é essencial e sem ela a nova password não funcionará. Caso a nova password não permita o login, contacte a Administração do fórum.

O staff.

Jaguar Land Rover suspende produção em Solihull durante duas semanas

Todas as novidades sobre o mundo automóvel britânico
Responder
Avatar do Utilizador
PMLXPTO
Administrador
Mensagens: 1612
Registado: quarta 12 jul 2017, 21:13
Localização: Coimbra
Automóvel: '14 Jaguar XF, '99 Land Rover Defender, '91 Rover 214Si

Jaguar Land Rover suspende produção em Solihull durante duas semanas

#1

Mensagem por PMLXPTO » segunda 08 out 2018, 20:30

A Jaguar Land Rover anunciou que vai fechar sua fábrica de Solihull por duas semanas no final deste mês, após um declínio significativo nas vendas globais em Setembro.

evoque_prototype_build_2_hr.jpg

A empresa já havia começado a ajustar a produção das suas fábricas em resposta à procura do mercado, com 2000 trabalhadores da fábrica de Castle Bromwich responsáveis ​​pelos Jaguar XE, XF e XJ que entram num período de semanas de trabalho de três dias até ao final do ano. A fábrica de Solihull será fechada por duas semanas no dia 22 de Outubro, sem afectar postos de trabalho.

"Como parte da estratégia contínua da empresa para o crescimento sustentável, a Jaguar Land Rover está focada em atingir eficiências operacionais e alinhará a oferta para reflectir a procura flutuante globalmente, conforme necessário", disse um porta-voz da JLR. “A decisão de introduzir um período de suspensão de duas semanas no final deste mês em Solihull é um exemplo de acções que estamos a tomar para conseguir isso."

"As encomendas dos clientes no sistema não serão afectadas e os funcionários continuarão a receber durante este período".

As vendas mundiais de 57.114 carros em Setembro ficaram 12,3% abaixo das vendas do mesmo mês do ano passado, apesar do sucesso de novos modelos de luxo, como o Range Rover Velar e o eléctrico Jaguar I-Pace, segundo o fabricante.

O mercado chinês sofreu o maior declínio, com uma queda de 46,2%, que a empresa atribui às mudanças nos impostos de importação e às contínuas tensões comerciais que afectam o mercado chinês. Os números europeus também diminuíram em 4,7%.

O Unite, o maior sindicato do Reino Unido para trabalhadores do ramo automóvel, disse que o "triplo golpe" da incerteza do Brexit, a confusão do governo sobre o diesel e o apoio condicionado dos ministros aos veículos eléctricos ameaçavam o futuro da indústria automóvel do Reino Unido.

"A demonização do diesel pelos ministros do governo, apesar do Reino Unido fabricar alguns dos motores mais limpos do mundo, combinado com o processo caótico do Brexit, está a prejudicar a indústria automóvel e a cadeia de fornecimento do Reino Unido", afirmou o director do Unite, Des Quinn. “Ao longo da última década, os trabalhadores da Jaguar Land Rover trabalharam incansavelmente para dar a volta à empresa. Os ministros correm o risco de atirar ao chão todos estes esforços.”

O CEO da Jaguar Land Rover, Ralf Speth, já havia condenado a falta de certeza no mercado, dizendo que se o acordo certo com o Brexit não fosse garantido, “dezenas de milhares” de empregos poderiam ser perdidos na empresa. Actualmente, a JLR emprega 40.000 pessoas em todo o Reino Unido, com muitos mais vinculados por meio da rede de fornecedores.

A empresa recusou-se a divulgar mudanças mais permanentes, dizendo que "continua a investir desproporcionalmente em novos produtos e tecnologias e está comprometida com as nossas fábricas no Reino Unido, nas quais investimos mais de 4 mil milhões de libras desde 2010, para as preparar para as novas tecnologias do futuro.”
Não tem Permissão para ver os ficheiros anexados nesta mensagem.

Avatar do Utilizador
Jacinto
Administrador
Mensagens: 692
Registado: quarta 12 jul 2017, 23:45
Localização: Caldas da Rainha
Automóvel: '87 Rover 213SE, '00 Rover 400

#2

Mensagem por Jacinto » terça 09 out 2018, 00:08

Not good.

Avatar do Utilizador
PMLXPTO
Administrador
Mensagens: 1612
Registado: quarta 12 jul 2017, 21:13
Localização: Coimbra
Automóvel: '14 Jaguar XF, '99 Land Rover Defender, '91 Rover 214Si

#3

Mensagem por PMLXPTO » terça 09 out 2018, 10:53

Não são excelentes notícias não. Vamos lá ver como isto evolui nos próximos meses...

A verdade é que a gama está a ficar envelhecida e estou a ver pouca vontade em vender alguns produtos chave, como o XE...

jmlflorencio
Mensagens: 162
Registado: segunda 01 jan 2018, 16:37

#4

Mensagem por jmlflorencio » quarta 10 out 2018, 21:07

O pessoal agora quer é SUVs e crossovers, não fica fácil para as carroçarias tradicionais...

Eles que façam mas é um i-pace phev (se é que conseguem, numa plataforma dedicada como aquela), porque com os carregamentos a pagar os eléctricos puros também não terão a vida facilitada...

Avatar do Utilizador
PMLXPTO
Administrador
Mensagens: 1612
Registado: quarta 12 jul 2017, 21:13
Localização: Coimbra
Automóvel: '14 Jaguar XF, '99 Land Rover Defender, '91 Rover 214Si

#5

Mensagem por PMLXPTO » quarta 10 out 2018, 22:07

O I-Pace nunca será híbrido. Além disso, os pagamentos a pagar caro são só os públicos de 50kW. Nos outros continuas a carregar barato.

Os eléctricos puros terão a vida facilitada pelos argumentos intrínsecos à tecnologia. São produtos melhores, ponto final.

A Jaguar quer tornar-se numa nova Tesla, e a olhar para os valores de vendas desta, não me espanta nada que o queiram. Em relação aos SUV, infelizmente também esses estão a ser afectados. Solihull está a produzir só SUVs. Range Rover, Range Rover Sport, Velar, Discovery e F-Pace!

Responder

Voltar para “Notícias”